Dissídio 2021

Em tese, o dissídio 2021 nada mais é que um conflito do reajuste de interesses de um profissional. Isso, claro, entre o empregado e a empresa em questão, que o contratou. O regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece diversas normas a serem cumpridas por ambos lados. Principalmente em âmbito financeiro, tal embate só costuma ser resolvido por meio de processos trabalhistas. Curiosamente, mesmo quando há a concordância entre os envolvidos, todo o tramite ainda é conhecido como dissídio.

Pensando assim, separamos neste artigo algumas informações para você sobre o dissídio 2021. Até porque, ainda existem por aí diversas dúvidas sobre o assunto.

Dissídio 2021
Dissídio 2021

O que é dissídio salarial

Ao pé da letra, o dissídio 2021 salarial é um conflito de interesses financeiros. O mesmo envolve apenas duas partes: a empresa e o empregado. O mesmo só pode ser solucionado juridicamente, com o envolvimento dos sindicatos trabalhistas e patronais. Além de apenas o salário, benefícios também podem ser colocados em disputa.

Na maioria dos casos, as grandes “rixas” são geradas entre companhias que não quererem aumentar o pagamento de seus funcionários. E os mesmos, ou acabam pedindo as contas, ou então, vão até a justiça para contestar isso.

Dissídio 2021

Todos os principais sindicatos do Brasil já tiveram seus acordos estabelecidos, para as Convenções Coletivas. Tais acordos valem para o ano de 2021, e o de 2020, principalmente. Por causa da pandemia do Covid-19, houve um atraso na definição dos valores para 2021.

Existem, atualmente, sete grandes entidades e sindicatos que informaram estes números. Geralmente, o Sindicato dos Comerciários costuma disponibilizar, em seu site oficial todos os reajustes, datas de lançamentos e validade dos mesmos. Listaremos abaixo, no próximo tópico deste texto, quais são as entidades envolvidas, e também o valor disponibilizado pelas mesmas.

Confira outros benefícios que trabalhadores da iniciativa provada tem direito:

Dissídio coletivo 2021

Segue abaixo a lista das entidades que disponibilizaram, decerto, o reajuste do dissídio coletivo 202:

  1. Lojistas – Data base em setembro – 4%
  2. SINDIAUTO – Também tem setembro como data base – 4%
  3. SINCOVID – Data base em outubro – 4%
  4. SINDISIDER – setembro como data base – 4%
  5. SINCOVAGA – Também tem setembro de data base – 3,28%
  6. SICOP – Data base em novembro – 3,64%
  7. SAGASP – Data base em setembro – 3,28%

Caso sua entidade não esteja listada acima, é interessante que você entre em contato com a mesma. Até porque, desta maneira, você poderá fazer a consulta de seu dissídio 2021.

lembrando que é graças ao trabalho dos sindicatos que os trabalhadores têm acesso hoje a vários benefícios, como o seguro-desemprego web 2021, por exemplo.

Cálculo Dissídio 2021

Para efetuar o cálculo do dissídio 2021, é bastante simples. Na verdade, até mesmo separamos para você uma fórmula fácil para tal. Segue abaixo:

  1. Atente-se as siglas para Salário Reajustado (SR), Salário Atual (SA) e Percentual de Reajuste (PR), eventualmente
  2. A fórmula nada mais é que SR = SA + (SA x PR)
  3. Primeiramente, vamos utilizar alguns dados numéricos para facilitar seu raciocínio. Supondo que seu salário atual seja de R$ 1.000,00, e que seu reajuste será de 5%.

A fórmula então ficaria SR = 1.000 + (1.000 x 5%)

Isso, tirando a porcentagem, seria 1.000 + (1.000 x 0,05) = 1.000 + 50 = 1.050

Ou seja, com este cálculo, seu salário reajustado passaria a ser de R$ 1.050,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *